RECICLAGEM DE ÓLEO VEGETAL

Agende sua coleta!

(91) 3744-5932
(91) 98206-0352
(91) 98832-9849
norteoleo@gmail.com

O que são óleos vegetais?

Os óleos e gorduras são, por definição, substâncias que não se misturam com água (insolúveis) e podem ser de origem animal ou vegetal. O óleo vegetal (que dá origem ao óleo de cozinha), pode ser obtido de várias plantas ou sementes como soja, milho, girassol etc.

O que podem provocar?

O óleo de cozinha usado, quando jogado diretamente no ralo da pia ou no lixo, polui córregos, riachos, rios e o solo, além de danificar o sistema de esgoto e encanamento da sua casa, óleo também interfere na passagem da luz na água, retarda o crescimento vegetal e impede a transferência do oxigênio para a água o que torna impossível a vida nestes ambientes. Quando lançado no solo, impermeabiliza o mesmo, impedindo que a água se infiltre, piorando o problema das enchentes. Um litro de óleo pode poluir cerca de 10.000 litros de água. A poluição pelo óleo faz encarecer o tratamento da água em até 45%, além de agravar o efeito estufa, já que o contato da água poluída com a água do mar gera uma reação química que libera gás metano, que é muito mais agressivo que o gás carbônico. Se isto não for o suficiente para convencê-lo do mal que se faz ao descartar óleo indevidamente, saiba que ele entope o encanamento da sua casa, trazendo prejuízos ao seu bolso.

Por que só agora se fala no óleo de cozinha?

Esta é uma pergunta interessante. Ele sempre esteve ao nosso lado e só agora é que se começa a falar nos problemas que causa. Por que isto? Na verdade, já há algum tempo se fala sobre este assunto, porém somente agora é que ele tomou força, principalmente na mídia. Outro motivo é o fato de que nossos rios estão praticamente esgotados pela poluição, tanto industrial quanto domiciliar. Mesmo os mananciais, de onde é retirada a água que abastece os grandes centros urbanos, ou pelo óleo usado começa a ser mais debatido, já que a resolução deste problema não depende tanto de grandes investimentos, mas da simples mudança de hábitos da população e dos empresários e também da ação de organizações que podem dar uma destinação mais apropriada, como por exemplo o aproveitamento para a produção de sabão e detergente. Como sempre a questão econômica é um dos fatores chave. Quanto mais contaminadas são as águas dos reservatórios que servem as cidades, mais caro fica o tratamento, além disso o entupimento de esgotos gera prejuízos Certos setores corporativos começam a perceber que sai bem mais barato preservar recursos e investir em conscientização do que ter que “concertar" depois. Além de todos esses motivos, um tema bastante discutido atualmente é o da PRESERVAÇÃO de nosso meio ambiente. O planeta pede ajuda, está nas nossas mãos, se cada um fizer a sua parte talvez tenhamos a chance de salvá-lo e que as gerações futuras possam ter condições de viver nessa “Terra”.

Como se aproveita atualmente o óleo usado?

O óleo de cozinha usado pode ser utilizado na produção de sabão em pedra, detergente, massa de vidro, componentes para fertilizantes e biodiesel, etc.

O que fazer com o óleo usado?

A primeira medida a ser tomada é armazenar as sobras da fritura em vez de jogar no ralo da pia ou no cesto lixo. Este armazenamento pode ser feito em garrafa pet com tampa, por exemplo. Não devemos utilizar recipientes de vidro, pois podem quebrar e além de fazer sujeira pode causar acidentes. O segundo passo é encaminhar para uma destinação adequada e é aí que entra a nossa empresa. Você agenda um dia na semana ou a cada 15 dias e vamos até o seu local para fazer a coleta.